Entrevista Alan Dias, engenheiro da Carpinteria

22 de Janeiro de 2018

Nesta entrevista ao Portal Madeira e Construção, o engenheiro e sócio da Carpinteria, Alan Dias, fala sobre os desafios do uso da madeira na construção civil, o perfil atual do cliente desse tipo de projeto no Brasil, informações sobre como será o trabalho no projeto do prédio de 13 andares em madeira em São Paulo, o papel dos carpinteiros que trabalham diretamente nas obras coordenadas pela empresa e ainda dá algumas dicas para os profissionais que querem começar a atuar na área.

A conversa com o Alan Dias aconteceu durante no estande do Portal na Expo Madeira & Construção, realizada em setembro, em Curitiba (PR). Durante os três dias de feira, uma série de convidados passaram pelo espaço para um bate-papo com a jornalista Juliane Ferreira, que pode ser acompanhado pelos visitantes do evento e ao vivo pelo Facebook.

Também foram entrevistados o gerente de Operações da Amata, Patrick Reydams, que apresentou a importância da certificação de origem e responsabilidade socioambiental, além das novidades sobre WoodRise 2017 e o prédio de 13 andares em madeira que será construído em São Paulo, o analista de conservação do WWF-Brasil, Ricardo Russo, que apresentou as ações que estão sendo realizadas pelo Programa Madeira é Legal e atualizações sobre a viagem técnica ao Chile.

Outros dois colunistas do Madeira e Construção também participaram das sessões, o advogado Alessandro Panasolo, que falou sobre o impacto da nova legislação florestal nas áreas verdes urbanas, e o jornalista especialista em sustentabilidade e responsabilidade social, Rulian Maftum. O superintende executivo da Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada Mecanicamente (Abimci), Paulo Pupo, também foi um dos convidados para falar sobre as oportunidades de negócios para a indústria brasileira no setor da construção e o desenvolvimento da norma do sistema construtivo wood frame.

Com projeto da Carpinteria, toda a estrutura do estande utilizou madeiras – de florestas plantada e nativa – fornecidas pela Amata, e sistema de fixação da Rothoblaas. Também apoiaram a montagem, a GlobalWood com o deck e o Estúdio Ecoa/Capellare Móbile com o mobiliário.

 

Compartilhe
Voltar para Notícias

Cadastre seu email e receba nossa newsletter