Arquitetos apresentam uso da madeira nativa durante a ForMóbile

9 de julho de 2018

Promoção das palestras é uma iniciativa das indústrias de madeira do Mato Grosso

O Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira de Mato Grosso (Cipem) e o Fórum Nacional das Atividades de Base Florestal (FNBF) apresentam no dia 11 de julho, durante a 8ª edição da ForMóbile – Feira Internacional da Indústria de Móveis e Madeira, em São Paulo (SP), as diversas possibilidades de uso da madeira nativa tanto na construção civil quanto na fabricação de móveis.

Um dos palestrantes, o arquiteto Roberto Lecomte, propõe uma nova abordagem para a concepção arquitetônica da edificação em madeira.  Em sua tese de mestrado, apresentada na Universidade de Brasília, o profissional analisou o uso da madeira na construção civil no Brasil e revelou o preconceito e a falta de conhecimento para se aproveitar todas as suas potencialidades como material estrutural e construtivo em um país com imenso potencial florestal.

“O mercado da construção nos países com tradição no uso da madeira oferece atualmente inúmeras opções com o material e seus derivados, incorporando novas tecnologias construtivas com princípios ambientalmente corretos e dentro de novos conceitos aplicados à arquitetura”, afirma Lecomte. Entre os benefícios da madeira na construção civil estão a redução no tempo de construção, a diminuição de resíduos no canteiro de obras e a economia, justamente por ser um material de fácil transporte e manuseio. Além disso, o CIPEM defende que utilizar madeira oriunda de planos de manejo florestal sustentável ajuda na conservação das florestas e da biodiversidade, combatendo as mudanças climáticas, já que as árvores estocam gás carbono que seria lançado na atmosfera agravando o efeito estufa.

O processo de industrialização da madeira também é mais sustentável, utilizando menos energia e água. Sobre essa sustentabilidade, o arquiteto José Afonso Botura Portocarrero, outro palestrante do evento, traz a experiência de quem projetou o prédio do Centro Sebrae de Sustentabilidade, localizado em Cuiabá (MT) e que conquistou o prêmio mundial de construções sustentáveis, o Breeam Awards 2018. “Precisamos divulgar mais informações sobre esse grande patrimônio que são nossas florestas e suas possibilidades de uso sustentável na arquitetura”, diz Portocarrero, que é professor da Universidade Federal de Mato Grosso.

O objetivo das organizações com a promoção das palestras é proporcionar uma abordagem mais qualificada e abrangente sobre a utilização da madeira nativa para além da simples decoração, ressaltando a sua versatilidade e sustentabilidade. “O uso da madeira na construção pode incentivar uma arquitetura mais sustentável e econômica também”, reforça o presidente do Cipem, Rafael Mason.

As palestras dos arquitetos acontecem no dia 11 de julho, às 14h, no Espaço Indústria do Futuro. Para participar é necessário fazer um credenciamento prévio na feira, clicando aqui. Além de disponibilizar informações sobre a madeira nativa mato-grossense, o Cipem terá um estande na feira onde serão expostos produtos das indústrias associadas aos sindicatos que compõem o CIPEM.

Por Portal Madeira e Construção com informações do CIPEM
Foto projeto Roberto Lecomte

Compartilhe
Voltar para Notícias

Cadastre seu email e receba nossa newsletter