Biblioteca em cidade da Bulgária chama atenção pelo propósito e pela estrutura em madeira

31 de agosto de 2018

“Rapana” foi formada com 240 peças; espaço tem capacidade para 1,5 mil livros e lugares para leitores

Uma “biblioteca de rua” se tornou um dos destaques da cidade de Varna, na Bulgária, país do Leste Europeu. Uma equipe de arquitetos e designers da região decidiu montar um projeto para um espaço portátil, que permite a disponibilização e o compartilhamento de livros, com capacidade de até 1,5 mil exemplares. O conceito foi chamar a atenção para os livros principalmente entre os jovens que vivem na era do consumo digital.

Para atender ao propósito, os responsáveis pelo projeto decidiram montar um espaço que fosse atrativo e no qual o público se sentisse bem. Também quiseram aproveitar um elemento local na concepção do espaço: Varna é uma cidade litorânea, conhecida como a capital marítima da Bulgária. Por isso, a escolha foi pela construção da biblioteca de rua como uma concha de um caracol marinho.

(Foto: Reprodução / Facebook Rapana)

A madeira foi escolhida para dar vida à estrutura, chamada de Rapana. A equipe envolvida no projeto testou mais de 20 variações de seu formato, inclusive alterando o número de peças de madeira verticais e horizontais, além da largura e altura, até chegar à estrutura de madeira final, de um semicírculo vazado formado com 240 peças.

(Foto: Reprodução / Facebook Rapana)

Com isso, a luz natural entra pelas frestas, iluminando o ambiente e tornando o espaço ainda mais convidativo. A Rapana conta, além do armazenamento dos livros, com lugares para os leitores sentarem e um pequeno palco para sessões e apresentações.

(Foto: Reprodução / Facebook Rapana)

Um dos apoiadores do projeto foi a organização European Youth Capital, que havia concedido à Varna um prêmio em 2017.

Por Portal Madeira e Construção com informações do site Ciclo Vivo

Compartilhe
Voltar para Notícias

Cadastre seu email e receba nossa newsletter