Se a sua marca fosse uma pessoa, quem ela seria?

14 de Março de 2018

Vamos prosseguir com o nosso bate-papo sobre ‘Marketing de Conteúdo para pequenas empresas’?

Na primeira etapa falamos sobre conhecer o seu cliente (leia aqui), agora chegou a hora de conhecer mais sobre a sua marca.

 

Etapa 2

O segundo passo que você deve dar para começar com marketing de conteúdo é desenvolver uma presença consistente da marca e voz nas plataformas que você escolhe usar. Pense sobre quem sua empresa é? Suas características e como, dentro dessas característica, você gostaria que ela fosse reconhecida pelos clientes?

Se a sua empresa fosse uma pessoa, quem ela seria?

Vamos fazer um breve exercício: descrever a pessoa que sua empresa representa e o que ela transmite para as pessoas.

 

 

  • Quais serão os valores dela?
  • Quais valores ela não pode abrir mão, mas que farão sentido e vão dirigir toda a comunicação;
  • Como ela se comportaria em situações de crise?
  • Como seria a linguagem dessa pessoa?
  • Descontraída ou formal? Ela usa gírias, modismos e faz brincadeiras, ou ela é séria e conservadora?
  • Quais lugares ela frequentaria?
  • Os lugares que sua marca frequentaria se fosse uma pessoa podem te ajudar muito a compor sua linguagem de comunicação. Pode inclusive te ajudar na formulação de conteúdos atrativos e de serviço ao seu cliente. Além de ajudar na construção da personalidade da marca.
  • Como ela se veste?

Esse último ponto te ajuda a definir rostos e tipos de roupa que podem ser representados em campanhas ou imagens que a marca assine. Se você lida com viagens de negócios para executivos, por exemplo, faz sentido ter representação com bermudas e biquínis? Ou com roupas leves de passeio?

Esse momento de construção de personalidade para a sua marca vai te dar uma voz consistente e uniforme em todas as plataformas, como por exemplo, seu site, mídias sociais, YouTube, materiais de divulgação e blog.

Exercício feito, é hora de alinhar a linguagem visual do seu projeto. E lembre-se: mensagem escrita e mensagem ‘desenhada’ devem andar em total sintonia.

Se sua marca é jovem, descolada e colorida, deve ter uma linguagem que transmita isso, em texto e imagem.

Neste momento, você precisará alinhar seu uso de cores e imagens para que você crie a mesma “aparência” em todas as plataformas de divulgação que você usa também. Os clientes não conectarão seu canal do YouTube com você se tiver imagens de desenhos animados e um fundo azul, enquanto o seu site mostre imagens e um fundo vermelho. Certifique-se de que sua imagem é consistente na Web para evitar essa confusão – matando a dissonância cognitiva.

Gostou das dicas? Envie seu comentário, ou pergunta e assim podemos preparar mais conteúdo de Marketing para você.

Na próxima semana, falaremos sobre a criação de um Plano de Marketing de Conteúdo.

Este espaço é seu, mande suas dúvidas  ou sugestões😀 : contato@madeiraeconstrucao.com.br.

Compartilhe
Ver mais Blog

Cadastre seu email e receba nossa newsletter