Madeira transparente pode substituir vidro

5 de Abril de 2016

Quando usado em janelas e fachadas, por exemplo, material poderá ter a função de painel solar

O futuro já chegou também para a madeira. Pesquisadores suecos acabam de criar a madeira transparente, que poderá substituir o vidro na fabricação de estruturas como janelas e fachadas, que poderão, inclusive, se transformar em painéis solares. O novo material foi desenvolvido pelo Real Instituto de Tecnologia sueco (Kungliga Tekniska Högskolan – KTH), com sede na capital sueca.

“A madeira transparente é um excelente material para substituir o vidro na confecção de painéis solares, uma vez que ela é produzida a partir de um recurso barato, abundante e renovável”, disse à BBC Brasil o pesquisador Lars Berglund, chefe do Centro Wallenberg de Ciências da Madeira no KTH.

Para criar a madeira transparente, os pesquisadores suecos desenvolveram um processo químico de remoção da lignina, um componente natural da parede celular da madeira. “Quando a lignina é removida, a madeira se torna branca. A superfície porosa branca é então revestida com um polímero transparente com propriedades óticas”, explica Lars Berglund.

O efeito de transparência é obtido através de tecnologias de manipulação em escala atômica e molecular. O resultado é uma lâmina de madeira natural, mas visualmente transparente.

A descoberta sueca foi publicada na revista científica da Sociedade Americana de Química (American Chemical Society), a Biomacromolecules.

Embora a madeira transparente já tenha sido desenvolvida anteriormente em escala microscópica, para fins de estudo da anatomia da madeira, a pesquisa sueca desenvolveu pela primeira vez um método para a utilização do material em escala comercial. Na pesquisa sueca, a madeira transparente foi fabricada a partir da madeira do pinheiro e do pau de balsa.

“Mas qualquer tipo de árvore pode ser usada, e já planejamos trabalhar com diferentes tipos de madeira”, diz Berglund.

Com a nova madeira transparente, espera-se reduzir significativamente os custos energéticos. O estudo sueco destaca que o uso de energia em casas e edifícios, que inclui luz elétrica, condicionadores de ar e aquecimento de água, representa aproximadamente entre 30 e 40% do consumo total de energia.

Para que a descoberta seja empregada em janelas, paredes e fachadas de casas que sejam, ao mesmo tempo, painéis solares será preciso desenvolver novas pesquisas, afirma Berglund.

O próximo passo dos pesquisadores do KTH será desenvolver o grau de transparência da madeira e aperfeiçoar o processo de produção do novo material. Lars Berglund calcula que a fabricação da madeira transparente em escala comercial poderá ser iniciada dentro dos próximos anos.

Com informações da BBC e do G1

Compartilhe
Voltar para Notícias

Cadastre seu email e receba nossa newsletter