Pisos de madeira exigem manutenção adequada

6 de Março de 2016

Manual orienta consumidores sobre instalação e conservação

 

A instalação de um piso de madeira não passa apenas pela escolha por uma questão estética. É preciso lembrar uma série de fatores, como os cuidados no transporte, os procedimentos corretos de instalação e manutenção necessária para maior durabilidade.  Para a fabricante, não adianta produzir um piso de qualidade se não existir a observação posterior para instalação e manutenção; para os arquitetos, acompanhar a instalação do piso e repassar orientações sobre cuidados pode evitar problemas necessários, fazendo com que os clientes fiquem ainda mais satisfeitos. A Associação Nacional dos Produtores de Pisos de Madeira (ANPM), por exemplo, desenvolveu um “Manual de Instalação para Pisos de Madeira”, em parceria com seus associados. O material aborda temas como pisos de madeira maciça, contrapiso, impermeabilização, tipos de fixação, acabamento superficial, instalação, conservação, soluções e perguntas frequentes. Segundo a entidade, o objetivo da ação é mostrar a preocupação do setor de pisos de madeira quanto à qualidade do produto e à satisfação dos clientes. Entre as informações que a ANPM divulga estão:

  • Os pisos de madeira podem sofrer expansão ou retração em algumas épocas do ano, dependendo das condições climáticas. Também podem sofrer alterações em sua tonalidade, sem que isso possa ser atribuído a defeito de fabricação, por serem feitos com matéria-prima natural.
  • Geralmente, para garantir um tempo de vida maior, os pisos de madeira são submetidos à secagem industrial, com ventilação forçada, aquecimento e controle de umidade relativa. Este tipo de processo, buscando promover a secagem de forma rápida e uniforme.
  • Deve-se tomar muito cuidado com o transporte deste tipo de produto. A orientação é não colocar peso excessivo sobre as caixas de piso.
  • A instalação deve ser realizada apenas por profissionais preparados e todo o material deve ser guardado em coberto e arejado. As peças devem ser tiradas das embalagens apenas no momento da instalação.
  • Todas as peças devem ser inspecionadas antes da instalação para detecção de quaisquer problemas.
  • A instalação deve acontecer apenas quando o contrapiso estiver completamente curado (seco), limpo, nivelado e sem umidade ascendente. Recomenda-se a retirada de qualquer tipo de piso existente antes da instalação.
  • Para a conservação do piso, após a instalação, móveis devem ser levantados e não arrastados. Deve-se colocar proteção nos pés dos móveis, como borracha, carpete e feltro, a fim de evitar marcas e arranhões.
  • A limpeza deve ser realizada apenas com vassoura de pelos e pano levemente umedecido; manchas e gorduras devem ser limpas rapidamente, apenas com água e sabão ou detergente neutro; e não utilizar solventes orgânicos; consultar as indicações do fabricante sobre uso de cera.Fonte: ANPM

Por Joyce Carvalho para Portal Madeira e Construção

Compartilhe
Voltar para Notícias

Cadastre seu email e receba nossa newsletter