Seminário debate formas de diversificar uso da madeira

17 de Maio de 2019

Evento será em Campo Grande (MS) no dia 24 de maio e contará com transmissão on-line

Dia 24 de maio, Campo Grande (MS) recebe o evento Da Muda à Madeira para debater novos usos para a produção de madeira do Estado do Mato Grosso do Sul. Com mais de 1 milhão e 100 mil hectares plantados de florestas de eucalipto, a região, segundo os organizadores do evento, teria um grande potencial de diversificação do uso sustentável da madeira de reflorestamento. Em um estudo recente realizado pela Ima Gestão e Análise Florestal, Mato Grosso do Sul tem a capacidade de, a partir dos próximos anos, entregar uma produção anual ininterrupta de mais de um milhão de metros cúbicos de madeira de eucalipto para serraria e uso na construção civil, móveis e laminados.

O objetivo, segundo o jornalista Paulo Cardoso, responsável pelo conteúdo do evento, é gerar mais informação para que o produtor rural e as empresas possam ter como opção direcionar sua floresta para a celulose ou aguardar mais cinco ou seis anos e comercializar para a produção de toras de grande diâmetro com maior lucratividade, principalmente, para o uso na construção de casas de madeira.

O Estado já possui um empreendimento de casas em wood frame do Minha Casa Minha Vida. É o residencial Castelo de São Jorge, localizado em Dourados, com um total de 213 residências de 43 m³ cada. Um projeto da empresa Tecverde do Paraná em parceria com a Baú Construções.

A programação do evento pretende responder algumas questões quanto à escolha do melhor clone de eucalipto e pinus para madeira serrada; condução de uma floresta ao longo de 12 anos; gerenciamento do maciço florestal; as perspectivas de crescimento do uso da madeira na construção civil para os próximos anos. O presidente do Núcleo de Referência em Tecnologia da Madeira, o arquiteto Marcelo Aflalo, irá falar sobre as oportunidades dentro da construção civil para os produtos de madeira.

No período da tarde, haverá um dia de campo na fazenda da Ramires Reflorestamento na cidade de Ribas do Rio Pardo, onde a empresa ArborGen possui um programa de desenvolvimento de novos clones de eucalipto e pinus para o Estado.

As palestras fazem parte do Programa Mais Floresta e são promovidas pelo Senar-MS, Famasul, em parceria com a Paulo Cardoso Comunicações.

As inscrições podem ser feitas pelo site.

Será possível acompanhar também pela internet.

Programação

8h – Os melhores clones de eucalipto e pinus para madeira serrada – Edimar Scarpinati – ArborGen

9h – Como conduzir uma floresta para produção de madeira – Celso Medeiros – CM Florestal

10h – Como gerir e administrar uma floresta ao longo de 12 anos – Jozébio Gomes – Eldorado Brasil

11h – O mercado de madeira para a construção civil no Brasil – Marcelo Aflalo – Núcleo da Madeira

11h45 – Apresentação do projeto My Wood Home – Paulo Cardoso

13h30 – Dia de Campo na Fazenda da Ramires Reflortec em Ribas do Rio Pardo, distante 50 km de Campo Grande, para conhecer o centro experimental de novos clones da ArborGen e apresentação de novas tecnologias pelos parceiros do evento.

Local: Auditório Sistema Famasul – R. Marcino dos Santos, 401 – Chácara Cachoeira

Por Portal Madeira e Construção com informações do Mais Floresta

Compartilhe
Voltar para Notícias

Cadastre seu email e receba nossa newsletter