Sistema de encaixe italiano

22 de junho de 2017

Blumenau (SC) recebe projeto-piloto de modelo construtivo a seco em madeira sem uso de pregos  

Sem uso de água e pregos, apenas com placas de madeira encaixadas, foi construída em Blumenau (SC) uma casa que demonstra um sistema construtivo sustentável proveniente da Itália. Em apenas três dias, a casa de 200 m², foi colocada em pé. Nos 10 dias seguintes, recebeu os acabamentos. É o primeiro protótipo europeu nas Américas.

O espaço vai funcionar como um laboratório destinado aos estudos e pesquisas de estudantes dos cursos de Arquitetura e Engenharia da região, de empresas associadas ao Sinduscon local (Sindicato da Indústria da Construção) e de estudantes de cursos técnicos do Senai. Profissionais, técnicos e alunos de arquitetura e engenharia vão poder estudar de que forma as empresas locais podem desenvolver e implantar esse sistema no país.

A casa conta com tecnologia para captação de energia solar e controle de temperatura. Na Itália, uma edificação como esta representa economia média de 14%, se comparada com custo de construções convencionais, somando-se a isso a economia energética.

O projeto é resultado de uma parceria entre o Sinduscon local (Sindicato da Indústria da Construção de Blumenau), a Fiesc (Federação das Indústrias de Santa Catarina) e o instituto italiano Habitech.

“A proposta é estimular o uso do sistema, adaptando-o para o setor da construção civil”, diz Amauri Buzzi, vice-presidente do Sinduscon de Blumenau.

O vice-presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar, reforçou: “Esta obra trará benefícios para a coletividade. Atende ao atual modo de pensar a construção civil: projetar ações presentes que não comprometam as necessidades futuras.”

“Trata-se de um modelo de construção eco sustentável com performance e de alta qualidade, que mostra a inovação no campo dos edifícios em madeira, que têm origem na província de Trentino”, afirma Marco Pedri, presidente da empresa italiana Habitech.

“O grande interesse mostrado pelas entidades do Estado de Santa Catarina demonstra a necessidade de transferência de conhecimento, competência e inovação próprios das empresas desse setor de Trentino”, confirma Luca Oss Emer, coordenador técnico do projeto da Habitech

Por Portal Madeira e Construção

Compartilhe
Voltar para Notícias

Cadastre seu email e receba nossa newsletter