Um agosto importante para as estruturas de madeira

11 de setembro de 2016

Prezados leitores,

Esse último mês de agosto foi muito importante para as estruturas de madeira no Brasil e no mundo. No mundo, porque aconteceu em Viena o WCTE (World Conference on Timber Engineer) o maior congresso mundial relacionado às pesquisas e difusão de conhecimento técnico no assunto, que acontece bianualmente. Nessa oportunidade foi anunciado o local do evento de 2020: Chile, pela primeira vez na América do Sul. O de 2018 será em Seul, na Korea do Sul.

Do WCTE o Prof. Julius Natterer, grande sumidade na concepção e projeto de estruturas de madeira, fez um importante pedido ao amigo Felipe Icimoto: “estimulem o uso de madeira no Brasil”. Prof. Natterer já esteve no Brasil em várias oportunidades, conhece nossa realidade e é um grande apaixonado por nosso país.

Enquanto isso, na mesma semana em que acontecia o WCTE, estava sendo lançado em Araucária-PR, o Residencial Vancouver, onde foram construídas as primeiras torres de três pavimentos em wood frame.  Tratam-se de duas torres de quatro apartamentos por andar, construídas pela Tecverde Engenharia em parceria com a CRM Construtora.

Esse empreendimento deve iniciar um processo de verticalização das construções em woodframe no Brasil e servir de base para a elaboração de uma nova diretriz SINAT para edifícios de até quatro pavimentos. Essas edificações são bastante comuns nos Estados Unidos, Canadá e outros países com mais tradição em wood frame, mas precisamos evoluir nas técnicas, normas e experiência nessas construções no Brasil para difundi-las.

No lançamento desse empreendimento, uma das torres estava em fase de acabamento, e outra torre recebeu as últimas paredes e telhado durante o evento. Na torre que estava totalmente edificada foi organizado um roteiro de experimentação do wood frame, onde o visitante pode conferir as propriedades de conforto térmico, acústico, desempenho estrutural, etc. Essa oportunidade foi de extrema valia para a quebra de paradigmas e barreiras culturais relativos às construções em wood frame no Brasil. Certamente quem visitou saiu com um novo conceito de construção, muito mais moderno e eficiente. Aproveito esse espaço para parabenizar as empresas envolvidas nessa obra e os organizadores do evento.

Também em agosto foi realizado o Greenbuilding Brasil Conferência Internacional e EXPO, com mais de 8000 visitantes, onde a madeira sempre tem presença significativa devido ao seu caráter de sustentabilidade, e contou com o estande do Madeira é Legal, com programação própria, que incluiu três dias de palestras focadas no uso da madeira na construção civil.

Ainda no mês de agosto foi realizada mais uma reunião do grupo de trabalho que está elaborando a norma brasileira junto à ABNT para construções em wood frame, organizado e comandado pelo Sinduscon-PR, Fiep e Abimci e contando com um corpo de voluntários técnicos interessados no tema. Trata-se de um trabalho longo e minucioso, mas que servirá como referência técnica para construções em wood frame no Brasil em médio e longo prazos.

Como vemos, estamos num momento bastante fértil para as construções em madeira no Brasil. Não me lembro de ter vivido período de tanto desenvolvimento das estruturas de madeira como esse, que aparenta ser o início de uma grande evolução. Sinto que o pedido do Prof. Julius Natterer está começando a ser atendido, com muito trabalho pela frente.

 

Por Guilherme Corrêa Stamato para Portal Madeira e Construção
Para entrar em contato com o colunista: stamade@terra.com.br

Confira outros artigos deste colunista:

O CRESCIMENTO DO MERCADO DE CONSTRUÇÕES EM MADEIRA NA EUROPA

COMO APROVEITAR MELHOR O POTENCIAL DA MADEIRA DE FORMA ESTRUTURAL?

EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA DE CONSTRUÇÃO EM MADEIRA

——————————————————————————————————————————–

*Todos os conteúdos podem ser reproduzidos, desde que citada a fonte original: Portal Madeira e Construção

Compartilhe
Voltar para Notícias

Cadastre seu email e receba nossa newsletter