Apresentadas as imagens de projeto de intervenção urbana no Canadá: conheça o Sidewalk Toronto

17 de Março de 2019

Trata-se de um novo modelo de cidade inteligente, combinando novas tecnologias e design urbano inovador, com a madeira sendo o elemento principal nas construções

O portal Madeira e Construção publicou uma reportagem, em novembro de 2018, sobre o Sidewalk Toronto, um projeto de inovação urbana que está sendo desenvolvido por um órgão público canadense, a Waterfront Toronto, e a empresa Sidewalk Labs, que tem como missão aplicar novas tecnologias para enfrentar os grandes desafios urbanos. A Sidewalk Labs faz parte do subgrupo do Google, chamado Alphabet.

A iniciativa pretende transformar uma área subdesenvolvida de Toronto, a Eastern Waterfront, resgatando o potencial da orla da cidade. Isto para melhorar a qualidade de vida de moradores e de quem trabalha na região; criar um destino para pessoas, empresas e organizações locais; estimular o crescimento econômico local; e gerar modelos de bairros sustentáveis não apenas na cidade, para também para outras partes do mundo.

(Foto: Divulgação / Heatherwick Studio)

O primeiro trabalho dentro deste grande projeto está relacionado com a criação do primeiro bairro nesta região de Toronto, que se chamará Quayside. As novas construções – edificações residenciais, comerciais e de escritórios – terão como base a madeira engenheirada. Inclusive, uma nova fábrica deve ser instalada em Ontário para atender às demandas do programa.

(Foto: Divulgação / Heatherwick Studio)

Em fevereiro deste ano, a Sidewalk Labs divulgou as últimas imagens do projeto para o Quayside, desenvolvido por equipes de arquitetos dos escritórios Snøhetta e Heatherwick Studio. Estes foram os responsáveis por elaborar toda a parte de zoneamento e áreas comuns. Já o escritório Michael Green Architecture desenvolveu os projetos relacionados às estruturas de madeira.

(Foto: Divulgação / Heatherwick Studio)

Muitos detalhes sobre as construções ainda não foram revelados. Até o momento, os profissionais envolvidos no projeto contaram apenas que, entre as construções previstas, estão doze torres de estruturas de madeira, com 2,5 mil unidades residenciais no total.

(Foto: Divulgação / Heatherwick Studio)

As imagens também mostram arranha-céus em madeira. Outra informação repassada pelas equipes é sobre a utilização do sistema modular, que seria empregado nos empreendimentos do Quayside, pela facilidade de adaptação de formas distintas no próprio bairro.

(Foto: Divulgação / Heatherwick Studio)

Além das imagens, a Sidewalk Labs divulgou na mesma oportunidade um relatório sobre o progresso do desenvolvimento do projeto, que atualmente está sob consulta pública. Clique aqui para acessar o documento.

Por Portal Madeira e Construção com informações do ArchDaily

Compartilhe
Voltar para Notícias

Cadastre seu email e receba nossa newsletter