Celebração à obra do arquiteto Zanine Caldas

6 de maio de 2016

Há 50 anos, ele já falava da importância do uso responsável da madeira. Mostra com trabalhos do arquiteto segue até 8 de maio no CasaPark, em Brasília

O WWF-Brasil e o Programa Madeira é Legal estão ajudando a celebrar a vida e obra de José Zanine Caldas. Arquiteto e designer, Zanine foi um dos precursores do uso responsável da madeira na arquitetura e na engenharia no Brasil. Na década de 1960, ele já trazia questões ligadas ao reaproveitamento de matérias-primas naturais, sustentabilidade e conservação ambiental.

Parte do trabalho de Zanine está ao alcance das novas gerações em uma exposição até o dia 8 de maio, no CasaPark, em Brasília. A mostra reúne maquetes e projetos de design do criador brasileiro. A entrada é franca.

Além da pegada ambiental, a obra de Zanine marca a busca pela identidade cultural brasileira na arquitetura. Ele foi servidor público, professor e ajudou a criar projetos de difusão e massificação do uso da madeira entre pesquisadores e populações de baixa renda. Ele faleceu em 2001, deixando uma vasta e influente obra.

Preocupação com meio ambiente e identidade brasileira nas obras do arquiteto

Preocupação com meio ambiente e identidade brasileira nas obras do arquiteto

Na abertura do evento, uma mesa-redonda com a presença de familiares e parceiros do arquiteto destacou a importância do seu trabalho documentado no filme Zanine – O ser do arquitetar e no livro Zanini de Zanine – Edições limitadas, ambos lançados na abertura da exposição.

O público que não pôde comparecer, porém, pode visitar as três mostras disponíveis no CasaPark, que fazem referências ao trabalho de Zanine.

São elas: José Zanine e a Arquitetura da Madeira, que apresenta nove maquetes originais de obras em madeira executadas por Zanine. Já Madeira na Arquitetura do Século XXI mostra de obras em madeira feitas em diversos países e que trazem usos modernos e extensivos desta matéria-prima. Mobiliário de José Zanine Caldas, por sua vez, é uma seleção de obras do arquiteto que devem relançadas no mercado brasileiro.

Possibilidades

Para o analista de conservação do WWF-Brasil, Ricardo Russo, um dos objetivos desta iniciativa é mostrar que projetos de construção sustentáveis são possíveis e viáveis. “O uso da madeira na construção é nobre e massivo em outros países e queremos trazer isso para o Brasil. Usada de forma responsável, a madeira contribui com conservação da biodiversidade, a geração de renda de populações locais e a regulação climática”, explica.

O curador da exposição, Humberto Macêdo, conta que o principal objetivo é mostrar para a sociedade as possibilidades da madeira em projetos de engenharia e arquitetura.

“Todas as exposições mostram que o material, além de nobre, representa uma visão de futuro muito interessante e inspiradora. A madeira tem beleza e plasticidade, é versátil e riquíssima para uso na construção”, diz Macêdo.

A homenagem a Zanine é realizada pelo shopping CasaPark, com apoio do WWF-Brasil, Studio Zanini, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Brasília (FAU-UnB)  e pelas empresas Montana Química, Ita Construtora e Univers Design. Todas as mostras estão abertas à visitação pública gratuitamente de às 10h e 22h (segunda à sábado) e de 12h e as 20h, aos sábados e domingos.

 

Serviço:

Exposições: “José Zanine e a Arquitetura da Madeira”

                       “Madeira na Arquitetura do Século XXI”

                      “Mobiliário de José Zanine Caldas”

 

Local: CasaPark

Visitação: De 28 de abril a 8 de maio

Período:  Segunda a sábado, das 10h às 22h

                 Domingos, das 12h às 20h

 

Fonte: Jorge Eduardo Dantas de Oliveira – Assessoria de Imprensa WWF-Brasil
Crédito fotos: Divulgação/CasaPark Shopping

Compartilhe
Voltar para Notícias

Cadastre seu email e receba nossa newsletter