Certificações relacionadas à construção sustentável

30 de março de 2017

Representantes das empresas certificadoras estarão na Expo Arquitetura Sustentável, que será realizada no mês de abril em São Paulo

A Expo Arquitetura Sustentável terá uma área dedicada às certificações sustentáveis que envolvem a arquitetura e construção no Brasil. O evento será realizado entre os dias 04 e 07 de abril, em São Paulo.

Conheça mais detalhes de cada uma das certificações:

Selo Casa Azul – Certificação da Caixa Econômica Federal para classificação socioambiental dos projetos habitacionais financiados pelo banco. O objetivo do processo é reconhecer projetos que usam racionalmente os recursos naturais nas construções, além de adotar técnicas eficientes que melhoram a qualidade da habitação.  O empreendimento deve obedecer a 19 critérios obrigatórios no processo de certificação.

FSC – A FSC (Forest Stewardship Council) é uma organização independente que atua no mercado de madeira certificada e vem ampliando sua atuação no segmento de construções sustentáveis no País. A entidade aplica o processo para o Selo FSC, que consiste em um sistema de certificação florestal internacionalmente reconhecido.

AQUA-HQE – A certificação AQUA-HQE foi lançada em 2008 e é aplicada pela Fundação Vanzolin. O processo verifica 14 objetivos de desempenho em práticas implantadas em construções com alta qualidade ambiental. As três principais áreas abordadas são conforto, saúde e baixo impacto ambiental.

Selo RGMAT – Este selo é aplicado para os materiais de construção sustentável e demonstra todo o ciclo de vida do produto, desde a extração até o reuso ou reciclagem. Certificação da Fundação Vanzolin.

SKA Rating – A certificação é outorgada pela ONG britânica Royal Institution of Chartered Surveyors (RICS) e aplicada empreendimentos corporativos e comerciais.

Certificação LEED – Foi criada em 1999 pela organização americana United States Green Building Council (USGBC) e se tornou uma ferramenta aplicada em vários países, inclusive no Brasil. A certificação pode ser aplicada em prédios comerciais, empreendimentos residenciais, escolas, hospitais e shoppings, entre outros.

Certificação WELL – Este sistema é baseado em sete categorias: ar, água, alimentação, luz, fitness, conforto e mente. A certificação foca na preocupação com a saúde e o bem-estar de quem ocupa as edificações.

Certificação EDGE – Criada pelo International Finance Corporation World Bank Group (IFC), membro do Banco Mundial, o programa EDGE propõe novos padrões para os edifícios verdes. A avaliação está direcionada para as áreas de energia, água e materiais.

Selo Casa Saudável – A certificação abrange 10 áreas de uma construção, com o foco na saúde e sustentabilidade. A exigência é para que os projetos levem em consideração a saúde e o bem-estar dos usuários.

Mais informações podem ser obtidas no site do evento: www.expoarquiteturasustentavel.com.br.

Por Joyce Carvalho para o Portal Madeira e Construção com informações do Portal SustentArqui

LEIA MAIS

EXPO ARQUITETURA SUSTENTÁVEL VAI REUNIR AS PRINCIPAIS CERTIFICAÇÕES DO SETOR

Compartilhe
Voltar para Notícias

Cadastre seu email e receba nossa newsletter