Construção sustentável no Piauí

26 de outubro de 2016

Lei estadual estabelece que obras públicas adotem critérios de sustentabilidade ambiental, eficiência energética, qualidade e procedência de materiais

A madeira pode ganhar espaço nas obras públicas do Estado do Piauí. Isso porque uma lei, sancionada em outubro pelo governador Welligton Dias, passa a exigir que obras públicas locais adotem medidas sustentáveis na construção civil. De acordo com o texto da lei, o objetivo é assegurar a proteção do meio ambiente. Entre as medidas exigidas, algumas apontam para a possibilidade do uso da madeira nas construções como eficiência energética, conforto e qualidade interna dos ambientes, gestão dos resíduos sólidos, preferência a materiais compostos de substancias não tóxicas, não utilização de insumos que possam poluir o meio ambiente ou cuja produção seja ecologicamente imprópria.

A madeira aparece em destaque na lei, quando da definição dos materiais que devem ser empregados. O texto fala no uso de madeiras certificadas (com origem comprovada por meio de certificados emitidos por organismos autorizados) e de florestas plantadas, que apresentem manejo sustentável. O artigo sexto enfatiza que as obras que empreguem madeira somente serão aprovadas se houver a devida comprovação da procedência da matéria-prima.

Confira a Lei na íntegra, publicada no dia 20 de outubro: http://www.diariooficial.pi.gov.br/diario.php?dia=20161020

 

Por Portal Madeira e Construção
Teresina (PI)/ Foto: Juscelino Reis

Compartilhe
Voltar para Notícias

Cadastre seu email e receba nossa newsletter