Energia limpa sob os pés

12 de novembro de 2016

Pesquisa realizada nos Estados Unidos mostra que é possível reaproveitar restos de madeira em piso que produz energia limpa

Já imaginou um piso que gera energia por vibrações, sem o alto custo de superfícies que transformam as passadas ou movimento em eletricidade, e ainda produzido a partir de madeira reaproveitada? Pois um professor da Universidade de Wisconsin (EUA) está aperfeiçoando a ideia.

Xudong Wang e seu aluno Chunhua Yao desenvolveram um piso com restos de madeira com potencial para gerar energia limpa incessantemente. Eles aproveitaram o potencial energético deste material e associá-lo a outros componentes que juntos atuam como geradores de energia.

Na descrição do projeto, os cientistas explicam que a chave para o produto são as nanofibras de celulose que, quando tratadas quimicamente e em contato com fibras não tratadas, produzem uma carga elétrica. Segundo eles, essa tecnologia poderia ser tão acessível quanto um piso comum.

Há anos a dupla vem estudando a eletricidade proveniente das vibrações. Os pesquisadores testaram diferentes materiais que maximizassem um tipo de energia gerada pela tecnologia nanogedora triboelétrica, mesmo fenômeno que produz a eletricidade estática nas roupas. O tratamento das fibras de celulose apenas torna mais eficaz o aproveitamento desta energia que já existe.

A ideia é tornar esse piso acessível para aplicação em qualquer espaço, desde residências até áreas extremamente movimentadas, como shoppings ou calçadas. Os testes já realizados mostraram que o sistema pode funcionar por milhares de ciclos sem apresentar problemas ou danificações. Os cientistas não informam quanto de energia pode ser produzido a cada metro quadrado do produto.

Por Portal Madeira e Construção com informações de Ciclo Vivo

Compartilhe
Voltar para Notícias

Cadastre seu email e receba nossa newsletter