Começam Expo Madeira & Construção e Lignum Brasil

9 de março de 2016

Setor enxerga oportunidades de negócios mesmo diante da crise

Como parte da Semana Internacional da Madeira, que acontece em Curitiba (PR), duas feiras muito aguardadas pelo setor tiveram início nesta quarta-feira, no Expo Renault Barigui: a 2ª Expo Madeira & Construção e a Lignum Brasil. A cerimônia de abertura do evento contou com a presença de diversas autoridades. Benno Doetzer, diretor-presidente do Instituto de Florestas do Paraná, representou o secretário de Estado da Agricultura, Norberto Ortigara.

Também estavam presentes o diretor executivo da Associação Paranaense de Empresas de Base Florestal (Apre), Carlos Mendes; o diretor-presidente da Malinovski Florestal, Jorge Malinovski; o diretor de negócios da Malinovski Eventos, Rafael Malinovski; o superintendente da Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada Mecanicamente (Abimci), Paulo Pupo; o presidente da Associação Brasileira de Preservadores de Madeira (ABPM), Flávio Geraldo, e o vice-presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Paraná (Sinduscon-PR), Euclésio Finatti

Na Expo Madeira & Construção, os visitantes poderão conferir as soluções construtivas, atualidades e potencialidades do uso da madeira de florestas plantadas na construção civil. Carlos Mendes, diretor executivo da Apre, associação responsável pela organização da feira, diz que a união dos diversos setores neste momento da economia é fundamental para conseguir avanços.

“Nós temos condições de sair dessa crise com um bom produto, porque nós temos floresta, e com qualidade, porque temos madeira certificada e normas técnicas. Paralelamente à feira acontece o Ebramem, maior evento do Brasil sobre madeira na construção, e o SWST, que é o maior evento do mundo nessa área. Com a feira acontecendo simultaneamente aos dois eventos técnicos, trouxemos para esse encontro as empresas, os pesquisadores e também os profissionais de engenharia civil e arquitetura, que são os que projetam”, comentou.

Na avaliação dele, é importante discutir a construção com floresta plantada, para que as pessoas comecem a perceber que esse tema é real. O objetivo do setor, segundo Mendes, não é construir casa de madeira, mas, sim, casas e edificações com madeira.

“Quando começamos a planejar a feira, em 2012, sabíamos que teríamos muitos passos pela frente, mas queríamos que a cada passo, um público diferente enxergasse o assunto. Com certeza estamos conseguindo atingir esse objetivo e a própria feira mostra isso. Os arquitetos e engenheiros civis não projetam casas com madeira, porque acham que não existe matéria-prima de qualidade, mas neste evento eles poderão conhecer as empresas e suas produções. Por isso, acredito que podemos fazer cada vez mais dentro do nosso mercado”, declarou.

Com relação à Lignum Brasil, o evento vai mostrar a produção industrial madeireira e suas vertentes – transformação, beneficiamento, preservação, energia e uso da madeira. Jorge Malinovski, diretor da Lignum, disse que organizar uma feira desta magnitude dentro do momento econômico e político vivido pelo Brasil só foi possível graças às parcerias firmadas com as entidades e ao apoio dos expositores.

“Essa feira demonstra a força do nosso setor em tempos difíceis. Não podemos deixar esmorecer o nosso ímpeto de manter viva a chama do empreendedorismo devido a uma crise política que culminou numa crise econômica. Sabemos que o Brasil já enfrentou e superou várias crises. Com esta, não será diferente. Entendemos também que com as crises se apresentam grandes oportunidades para repensarmos nossos negócios e encontrarmos caminhos para o desenvolvimento saudável”, completou Jorge Malinovski.

Por Maureen Bertol para o Portal Madeira e Construção

Compartilhe
Voltar para Notícias

Cadastre seu email e receba nossa newsletter