Flexibilidade e beleza tornam a madeira “imbatível”

9 de março de 2016

Arquiteto chileno e engenheiro brasileiro trataram das vantagens da madeira para a construção durante apresentações no Ebramem

A flexibilidade que o uso da madeira oferece para a construção e a beleza estética que traz aos projetos, aliadas às vantagens ambientais tornam o material uma excelente opção para construir. Esse foi o tema principal das duas conferências realizadas na manhã desta quarta-feira, 9, durante o Ebramem (Encontro Brasileiro em Madeiras e em Estruturas de Madeira), que segue até dia 11, no Parque Barigui, em Curitiba.

Loja de carros em Santiago, Chile_ Projeto Martin Hurtado

Loja de carros em Santiago, Chile_ Projeto Martin Hurtado

Para o arquiteto chileno Martin Hurtado a madeira traz ganhos arquitetônicos por possibilitar a liberdade para estabelecer curvas e retas e realizar composições usando diversos materiais de maneira integrada e harmoniosa. Soma-se a isso o conforto, as características sensoriais e simbólicas da Madeira, que somam significados à construção.

Ele destaca ainda que o uso da madeireira oferece condições ideais ao aproveitamento do terreno, mesmo quando ele é acidentado ou possui outras restrições. “É um material muito nobre, que, em certas condições é imbatível, com vantagens impressionantes”, afirma.

Apesar de todas essas vantagens, ele comenta que há uma certa má compreensão histórica do uso do produto. “A madeira historicamente era um material muito barato, usado em épocas passadas em uma construção de emergência ou considerada temporária ou pela população de menor renda. Mas, apesar do avanço e da tecnologia disponível, ficou uma ideia de pouca durabilidade, uma vez que a árvore era serrada e levada para a construção. E, nestas condições, a madeira começava a entortar e degenerar rapidamente. Hoje, no entanto, a tecnologia avançou imensamente e essas condições de forma alguma se aplicam” explicou.

O engenheiro especialista em cálculo estrutural Alan Dias, premiado por diversas obras com o uso da madeira, faz coro. Para ele, o uso do material permite uma enorme flexibilidade e beleza aos projetos, e os avanços e novas tecnologias que chegam ao Brasil facilitam ainda mais o trabalho dos profissionais que buscam esse sistema construtivo.

Projeto de Martin Hurtado, Chile

Projeto de Martin Hurtado, Chile

Ele conta, por exemplo, como as empresas brasileiras têm oferecido novas ferramentas, cada vez mais capazes de atender as especificações dos profissionais. Além de tecnologias, sistemas de tratamento dos materiais também avançaram e dão hoje garantias de durabilidade compatíveis com as necessidades e totalmente de acordo com as normas de segurança e qualidade exigidas.

Outra vantagem segundo Dias é a composição entre os diferentes tipos de madeira, que oferecem condições de reduzir custos e ainda apresentam vantagens estéticas, estruturais e ambientais. No quesito ambiental, ele desataca a fixação do dióxido de carbono. Apenas um de seus projetos, para o shopping Iguatemi de Fortaleza (CE), ele estima que tenham sido fixados mais de mil toneladas do gás poluente.

Por Karla Losse Mendes

Compartilhe
Voltar para Notícias

Cadastre seu email e receba nossa newsletter